Jane Austen encontrou um Darcy real?

portrayed by Colin Firth and others - has inspired generations of fans, including Etsy seller Regencyaustentation/Etsy

 

Há muito tempo fãs de Jane Austen já especulavam sobre quem poderia ter inspirado o personagem Mr. Darcy, mas os rumores nunca levaram a uma verdade universalmente conhecida. A historiadora e autora britânica Susan C. Law está esperando para mudar isso com um livro sobre escândalos sexuais do século 19 na Inglaterra.

Em seu livro, “Through the Keyhole,” Law afirma que o belo Mr. Darcy foi baseado em John Parker, primeiro conde de Morley. O Telegraph relata que Morley foi um aristocrata britânico que serviu na Câmara dos Lordes, e que estava “envolvido em um escândalo sexual sórdido que o levou ao divórcio em 1809”.

A segunda esposa de Morley era amiga de Jane Austen, Henry Austen conhecia o conde da faculdade. Law observa que Morley viu na maneira que Austen criou Mr. Darcy “Um belo homem, muito intenso”.

Law, que irá publicar suas reivindicações em um novo livro, disse que ela já passou cinco anos reunindo cartas, diários e jornais para mostrar que o conde é um excelente candidato.

Austen, diz ela, passou um tempo em casa do conde, Saltram House, em Plymouth, Devon, durante o período em que ela escreveu Orgulho e Preconceito na virada do século 19.

Outros candidatos para a posição do “real” Mr. Darcy incluem Thomas Lefroy, com quem Austen teve um caso amoroso em 1796, e Dr. Samuel Blackall, um estudante de teologia  e quem ela conheceu em férias.

Especialistas têm sido céticos com tais alegações, pois há pouca evidência que sugere que o Darcy ficcional foi baseado em uma pessoa real, em vez de um produto da imaginação fértil de Austen.

Law disse: “É claro que Jane Austen tinha ligações muito estreitas com a família do conde. Ela enviou a Frances uma das primeiras edições de Emma – quando ela tinha apenas 12 impressas!”.

O irmão de Jane Austen, Henry, também foi um amigo da universidade do conde de Morley. Eram contemporâneos e ele se tornou, mais tarde, capelão para a família Morley.

Afirma Law: “Nós sabemos o quão perto Jane Austen e Frances estavam Ela nunca disse ‘seu marido é Mr. Darcy’ – por isso não podemos dizer isso 100 por cento”.

“Pode ser muito frustrante e é como tentar juntar um quebra-cabeças,” Law disse ao Telegraph. “Tem sido fascinante e eu tenho estado ansiosa para descobrir provas. Mas, depois de passar tanto tempo pesquisando, estou muito convencida.”…….. 

 

text-dividers-01-a-f

 

Fonte: Los Angeles Times
Foto: (Regencyaustentation/Etsy)
Tradução: Sônia Oliveira

┼Ψ╬† sσnia ┼Ψ╬┼

Gosto de tudo da Inglaterra: literatura, filmes, séries, sitcons, sotaque, educação, polidez, costumes, parques, praças, arquitetura… Tudo! Fui Influenciada pela literatura inglesa que eu li avidamente. Morar lá é o meu objetivo de vida.

  • Maribook

    Nossa esse livro será polêmico!