Emma

Emma1Emma Woodhouse não é a típica protagonista dos romances escritos pela inglesa Jane Austen. Ela tem a beleza e a presunção de uma Elizabeth Bennet, mas não é aquela heroina romântica condicionada ao casamento, uma vez que ela vem de uma família rica e já é senhora de sua propriedade. Talvez, por isso, ela se preocupe mais com as confusões amorosas dos outros do que se dedica à análise de seus próprios sentimentos.

Dividida em quatro capítulos, a minissérie “Emma”, do diretor Jim O’Hanlon, faz uma adaptação do famoso e homônimo romance de Jane Austen. O roteiro começa enfocando o fato de que, apesar de Emma (Romola Garai) ter uma origem triste, comum à várias crianças daquela época que, como ela, eram órfãs de mãe, o destino dela foi diferenciado, pois ela tinha uma família que proporcionou-a condições de se desenvolver de forma plena. Posteriormente, é bom notar, isto nem é importante, uma vez que Emma aprende que os problemas dela são os mesmos que outros – sejam eles de origem superior ou inferior – vivem.

Portanto, “Emma” fala muito sobre a jornada de uma jovem que, através da arte de ser casamenteira e do relacionamento que estabelece com tipos como o Sr. Knightley (Jonny Lee Miller), Harriet Smith (Louise Dylan), Frank Churchill (o encantador Rupert Evans), Jane Fairfax (Laura Pyper), a Sra. Weston (Jodhi May), entre outros; aprende a reconhecer aquilo que ela sente, a amadurecer e a lutar pelo seu bem próprio. Ou seja, Emma tem a humildade para perceber que tudo o que ela achava que sabia, na realidade, era nada. Ela tem muito a aprender – não só sobre ela mesma, como sobre os outros e, especialmente, sobre o amor.

emma-walking-in-the-square

Do ponto de vista técnico, “Emma” é condizente com todas as outras produções televisivas da BBC. O cuidado com a reconstituição de época é notável. Entretanto, a força desta minissérie pode ser encontrada no carisma da história criada por Jane Austen e nas performances do competente elenco, especialmente a de Romola Garai, que dá à personagem título o atrevimento, o encanto e a extroversão que Emma pede. Estamos na torcida para que esta produção seja lembrada no Primetime Emmy Awards 2010. Merece!

Cotação: 9,5

Emma (Emma, 2009)
Direção: Jim O’Hanlon
Roteiro: Sandy Welch (com base no livro de Jane Austen)
Elenco: Sir Michael Gambon, Jodhi May, Romola Garai, Jonny Lee Miller, Louise Dylan, Christina Cole, Blake Ritson, Rupert Evans, Laura Pyper

text-dividers-01-a-f

http://cinefilapornatureza.com.br

┼Ψ╬† sσnia ┼Ψ╬┼

Gosto de tudo da Inglaterra: literatura, filmes, séries, sitcons, sotaque, educação, polidez, costumes, parques, praças, arquitetura… Tudo! Fui Influenciada pela literatura inglesa que eu li avidamente. Morar lá é o meu objetivo de vida.