Agnes Grey (Anne Brontë)

Agnes_Grey_ED_ESP_BAIXA

Agnes Grey
Autor:  Anne Brontë
Tradutor: Paulo Cézar Castanheira
Edição Especial

Publicado em 1850, o romance ultrapassa a Era Vitoriana com sua temática realista. A caçula da família Brontë não fica atrás de suas outras irmãs escritoras, Charlotte e Emily, ao criar uma protagonista disposta a enfrentar as convenções sociais da época e se firmar como uma mulher corajosa e dona de si.

A obra narra a trajetória de Agnes, governanta de famílias da classe aristocrática inglesa, suas lutas, questionamentos e claro, sua relação com o amor. Leitura imperdível para os apaixonados pelas outras irmãs Brontë e pela produção literária inglesa.

 

Código do Produto: 9788544000397
ISBN: 978-85-440-0039-7
288 páginas
Formato:  21 x 14 cm
Peso: 325 gramas

Preço: R$ 44,90

Image1

Resumo dos primeiros capítulos

Mrs. Grey, filha de um rico latifundiário, é deserdada pelo pai ao se casar por amor com um pastor pobre do norte da Inglaterra. Ela lhe dá seis filhos, mas apenas dois, Mary e Agnes, sobrevivem. No entanto, os Greys estão felizes com sua educação, a vida humilde e piedosa, e sua pequena casa e jardim. Mr. Grey, nunca esteva inteiramente à vontade porque sua esposa desistiu de carruagens e roupas finas para se casar com ele, e tenta melhorar sua renda investindo seu patrimônio em uma viagem marítima de um bondoso comerciante. No entanto, o navio é destruído e tudo se perde. Os Greys logo estão sem um tostão. Além disso, a saúde de Mr. Grey, começa a falhar sensivelmente sob a tensão de sua culpa por arrastar a família para a ruína. Mary e Agnes, criadas na atmosfera abrigada da casa de um clérigo, dedicaram seu tempo à leitura, estudos e trabalhos no jardim. Quando a situação da família torna-se desesperadora, no entanto, Mrs. Grey tenta vender as aquarelas de Mary para ajudar com as despesas da casa, e Agnes, a filha mais nova, aos 18 anos, decide se tornar preceptora contra a vontade dos pais, que a viam ainda como uma criança que nada sabia fazer. Mas Agnes sabia que era capaz de cuidar de crianças, pois ingenuamente acreditava que todas eram como ela quando criança, e  que a tarefa seria fácil e agradável.

“Agradável tarefa!
Ensinar as imaginações jovens a acertar! Cultivar as plantinhas tenras, vigiar dia a dia os botões que desabrocham!

Os preparativos requereram algumas semanas. Como me pareceram compridas! Foram contudo agradáveis, se as olhar no conjunto. Cheias de esperanças risonhas, e de expectativa entusiásticas.” 

Análise

“Todos as verdadeiras histórias contêm instruções”

Escrito por volta de 1846, Agnes Grey exprime ideias sobre as mulheres e sua capacidade para uma vida baseada na razão, semelhantes as de Mary Wollstonecraft em Uma Defesa dos Direitos da Mulher (1792). Seu feminismo antecede ao dos romances de Charlotte Brontë, Elizabeth Gaskell, e George Eliot, mas só recentemente é que veio a ser reconhecido como um feito notável, distinto pelo seu realismo, seus temas significativos, e as suas técnicas literárias inovadoras.

O trabalho de Anne Brontë, foi julgado insípido comparado ao de suas irmãs Charlotte e Emily, de fato é diferente do trabalho delas. Em Agnes Grey, Anne Brontë evita fortes paixões em favor de um retrato contido da vida real. A frase de abertura: “Todas as verdadeiras histórias contêm instruções”, sugere tanto o seu objetivo como o seu método: a demonstração, através do realismo, do crescimento espiritual e moral da heroína. Inspirada fortemente em suas próprias experiências, Brontë, convincente, apresenta a vida da governanta e os fatores que muitas vezes a fez insuportável. Ela cria para sua heroína e herói pessoas comuns que lutam em situações reais e difíceis

O tema subjacente, que as mulheres são seres racionais que devem ter os meios e oportunidades para sua independência e satisfação, se expressa principalmente na história de vida de Agnes. Procurando emprego, Agnes aceita a única ocupação disponível para mulheres de classe média, e ela embarca em sua carreira como governanta empolgada com a perspectiva não apenas de ganhar dinheiro, mas também de ampliar seus horizontes. Seu otimismo animado, no entanto, é ingênuo, com base na ignorância do mundo. O romance diz respeito a sua educação e crescimento para a maturidade. Apesar de seus fracassos como governanta, ela persevera, determinada a adotar uma abordagem lógica e racional para seus acusadores. Ela amplia sua compreensão da natureza humana, faz astutas avaliações de caráter e aprende a penetrar na hipocrisia. Embora ela sofra muitas humilhações, ela ganha autoconfiança, e em certos pontos, ela desafia abertamente a autoridade.

Image1

Fonte: http://www.enotes.com
Tradução: Maria Sônia Oliveira

Onde Comprar

400_F_37403722_BoZxOXb89MICsdBtUdbLc5cFR1ongpTicomercial@martinclaret.com.br
Saraiva
Livraria Cultura
submarino.com
americanas.com

400_F_37403722_BoZxOXb89MICsdBtUdbLc5cFR1ongpTi

┼Ψ╬† sσnia ┼Ψ╬┼

Gosto de tudo da Inglaterra: literatura, filmes, séries, sitcons, sotaque, educação, polidez, costumes, parques, praças, arquitetura… Tudo! Fui Influenciada pela literatura inglesa que eu li avidamente. Morar lá é o meu objetivo de vida.

  • Luciana Freire

    Eu passei a conhecer a história das irmãs Brontë aqui pelo blog Escritoras Inglesas. Há muito anos atrás ( + ou -15 anos) eu li Jane Eyre e O Vento dos Morros Uivantes, mas nunca fiz a conexão que as duas escritoras eram irmãs e muito menos que havia uma terceira irmã também escritora 🙂
    Nome: Luciana Freire Pequito
    e-mail: lucianafreire25@gmail.com

  • Adna

    Surtei quando vi essa edição da Martin Claret. Coisa mais linda e bem cuidada. Estou muito ansiosa para ler Agnes Grey. Nunca li nada da Anne, acho que faço bulying com essa irmã Brönte rsrs. Espero que ganhe essa edição belíssima.

  • Maribook

    Não conheço muito da história das irmãs Brönte, mas isso é um fato a ser corrigido o quanto antes! E não me julguem, mas conheci uma Brönte através de Crepúsculo! A história de O morro dos ventos uivantes me encantou e a partir de então, descobri e li Jane Eyre que amo de paixão! Espero ganhar esta edição e então conhecer mais uma obra do clã Brönte! 🙂 A edição é linda e está na minha lista de desejos, então quem sabe? #Sorte
    Mariana da Silva Sousa
    maribooks2@outlook.com

  • Andressa Euzieres

    Olá!! Conheço e admiro a história das irmãs Brontë. Por exemplo, sei que em 1846 foi publicado uma coletânea de poemas das três, por sugestão da Charlotte e utilizando pseudônimos masculinos, intitulado “Poems by Currer, Ellis and Acton Bell”. Em cada pseudônimo estava oculta na letra inicial a verdadeira identidade das suas autoras.

    Já li e amo os livros O morro dos ventos Uivantes e Jane Eyre. Gostaria MUITO de ganhar o livro Agnes Grey, pois ainda não conheço a obra da Anne.

    Nome e e-mail para contato: Andressa Euzieres Granzotto, andressa.e.g@hotmail.com

  • Jéssica Moretti

    Olá! Sou muito fã das irmãs Brontë. E já “O morro dos ventos Uivantes”. Eu gostaria muito de ganhar “Agnes Grey”. Meu nome: Jéssica Moretti E-mail para contato: jessica.bm5@hotmail.com

  • Ana P Serpa

    Olá! Não conheço a história das irmãs Brontë (a não ser o pouco que se pode saber através da Wikipedia) e ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dos livros, mas, através do filme, sei um pouco da Jane Eyre. Adorava ganhar o livro e descobrir, por fim, as obras destas irmãs.

    Meu nome: Ana Serpa
    E-mail: anarpserpa@gmail.com

  • Monyque Targino Gama

    Bom, li apenas Wuthering Heights e estou a ler Jane Eyre. No entanto, sempre quis ler um livro desta Brontë. Espero que ganhe 🙂 email: inesperadomundomeu@gmail.com

  • Márcia Hahn de Paula

    Olá! Das três irmãs Brontë a que conheço mais é a Charlotte. Li recentemente seu livro intitulado Shirley, e simplesmente adorei. A Charlotte neste livro nos mostra a sociedade inglesa nos anos de 1811, transmitindo o senso de justiça, honestidade, respeito e também os sentimentos dos personagens com relação ao amor. Gostei tanto que já adquiri o livro dela intitulado Villette da Editora Pedra Azul (que vem nos brindando com livros maravilhosos das escritoras inglesas).
    Assisti os filmes adaptados das obras das irmãs Brontë – O Morro dos Ventos Uivantes da Emily (inesquecível) e Jane Eyre de Charlotte.
    O que pude perceber da obra das três irmãs (incluindo a resenha de Agnes Grey escrita por Maria Sônia Oliveira), é como elas nos mostram a vida e a importância das mulheres na sociedade daquela época.
    Meu nome e contato – Márcia Hahn de Paula – e-mail – mhpaulax@yahoo.com.br

  • dnisin

    Conheço as Irmãs Brontë desde a faculdade de Letras, quando comecei a me aprofundar nos estudos acadêmicos sobre elas. Se tornaram as minhas garotas favoritas e recomendo sempre e para todo mundo. Como fã quero todos os livros para coleção e esse ainda não tenho. *o*

    Denise Simino
    denisesimino@gmail.com

  • Fernanda

    Não conheço muito das obras das irmãs Brontë, na verdade apenas li O morro dos ventos uivantes. Sou completamente apaixonada por literatura inglesa, por isso gostaria de ter a oportunidade de ler esta obra de Anne Brontë. #esperandoansiosapelosorteio
    Nome: Fernanda Mendes
    Email: fernandamendes_92@hotmail.com

  • Maria Cecília Henriques Noguei

    Falar de literatura inglesa e não mencionar as irmãs Bronte é uma gafe imperdoável. Cada uma com seu estilo mas com algo em comum: a capacidade de prender o leitor do início ao fim de suas obras, fazendo com que ele, o leitor, ansie pora cada passo de seus personagens. Minhas prediletas…
    Nome: Maria Cecília H. Nogueira
    email: cissanogueira70@yahoo.com.br

  • Aline de Sá

    Ah! Jane Eyre foi meu primeiro amor no mundo da literatura.

    Aline de Sá – alinedesacn@hotmail.com

  • Jaqueline Felix

    Sinto grande pesar por não conhecer muito sobre as irmãs Brontë. Só li “O morro dos ventos uivantes”. Mas me agradaria muitíssimo ganhar “Agnes Grey”.
    Nome: Jaqueline Felix
    E-mail: jaque_borchardt@hotmail.com

  • Maria Helena

    Já li Jane Eyre e Morro dos ventos uivantes, das irmãs Bronte! São romances deliciosos! Gostaria muito de ler esse. Meu email é mariahelena @ gmail . com (sem espaços).

  • Adriana Figueredo

    O universo Brontë é rico e encantador , por isso, merece que suas obras sejam publicadas e valorizadas , não somente por amantes da literatura inglesa , mas todos que gostam de boa leitura!!Diferente que acontece com a grande maioria meu primeiro contato foi através de Jane Eye e não “O morro dos ventos uivantes” depois veio A Moradora de Wildfell Hall não tem como não apaixonar pelos personagens e se envolver com a história!!
    Nome : Adriana Ferreira emai : dricafdef@yahoo.com.br

  • Naiara Nunes

    Já li meu queridinho Jane Eyre e o Morro dos ventos Uivantes e sou apaixonada pelo tom gótico que as irmãs Bronte depositam magistralmente nos seus livros , quero um dia poder ler Anne tbm e é claro ler os outros livros da minha amada Charlotte ( sentiram a intimidade ?! Kkkkk)

  • Regiane Medeiros

    Das irmãs Brontë conheço apenas O Morro dos Ventos Uivantes, livro que acho maravilhoso por toda a vitalidade da escrita e demonstração de que, mesmo a face mais terrível do amor pode ser considerada bela. Mas a análise acima sobre a diferença de escrita ente as irmãs é instigante, e com certeza quero conhecer o trabalho de todas elas. parabéns pelo blog, é lindo e certamente muito instrutivo para quem aprecia a literatura clássica. Meu e-mail gigimorrison@hotmail.com

  • Leila Maciel

    Das Brontë apenas li Jane Eyre e devo dizer que está entre os meus livros favoritos. Também já pensei em lê O morro dos ventos uivantes mas a história é muito angustiante. No momento quero
    apenas livros fofos!
    Leila Maciel – email : leilamaciel_letters@hotmail.com

  • Letícia David

    Li Villette, Jane Eyre (que é meu livro preferido da vida) e O Professor de Charlotte. Li O Morro dos Ventos Uivantes 10 vezes, sempre que quero algo forte sempre volto ao livro de Emily. Já li de Anne “A preceptora”, porém em uma edição antiga e com algumas falhas. Gosto tanto das Brontë que tenho um blog em que resenho edições e filmes/séries inspirados nas histórias delas. http://irmasbrontebr.blogspot.com.br/

    Letícia Lunga David tici.ld@hotmail.com

  • elaine

    Já li o Morro dos Ventos Uivantes, Jane Aire, Shirley, das irmãs Brontee. Todos apaixonantes

  • Dani Feijão

    Conheço a história das irmãs Brontë, mas não li nenhum livro delas ainda. Tenho um intenso desejo de ler Agnes Grey por ser um livro com um enredo paixonites. Inclusive, fiquei surpresa ao ver esse Post no facebook, pois eu estava pesquisando sobre esse livro esses dias. De todas as irmãs, a Anne é a que mais desperta em mim uma curiosidade.
    E-mail: danielafeijao@yahoo.com.br

  • Calisa Lemmertz

    Adoro as irmãs Bronte, tenho um livro com diversos trabalhos delas em inglês que comprei quando morei na Irlanda.
    Calisa Lemmertz
    E-mail: calisalemmertz@gmail.com

  • Lara Oliveira

    Comecei a gostar das irmãs Bronte a partir da Emily, com O Morro dos Ventos Uivantes. Já li duas vezes e pretendo reler mais um milhão, é com certeza meu livro favorito haha. Depois li Jane Eyre, da Charlotte e me encantei ainda mais. Recentemente li um livro que continha a biografia da Charlotte, o que não deixava de citar as demais irmãs. É maravilhoso! Nunca li nada da Anne, por enquanto, por isso espero ganhar haha.
    As irmãs Bronte são um exemplo de escritoras e mulheres pra mim. São heroínas!

    Lara Oliveira
    email: laraluizaoliveira@gmail.com

  • Léticia Leticia JA

    Serei sincera ao total aqui. Conheço as irmãs Brontë desde meus quatorze anos, quando terminei de ler as obras principais da Austen, e quis partir para outras obras britânicas. Li pela primeira vez então ” O Morro dos Ventos Uivantes”. Confesso que não gosto muito da história, acho ela meio afundada com ódio e tem alguns elementos que não me agrada, porém dei uma pesquisada na história de vida da autora e confesso que achei muito triste,a morte da mãe e das irmãs, além claro do fato de elas terem que publicar tudo anonimamente… Contudo, fiquei um bom tempo sem voltar a ler elas, com medo que todas tivessem o mesmo estilo da Emily. Quão enganada estava eu, rs. Decidi então, ano passado, quando fiz dezesseis anos, por loucura, comprar Jane Eyre. Meu pai disse que devia escolher algum livro na livraria, e tinha tantos… Mas não sei por que, foi como se Jane Erye estivesse lá, me pedindo para levá-lo… E tava barato… Então levei. Sério, não demorou 3 dias para terminar. Simplesmente ameiii o estilo da Charlotte. Fiquei torcendo demais, demais pela Jane e o Sr. Rochester, e não conseguia desgrudar do livro. Ri, chorei e fiquei com muita raiva e certas partes, rs.
    E hoje estou aqui, doida para ler algo da Anne. Li Charlotte, Emily e só falta a Anne.
    Gostaria muito de ler ela, afinal amo literatura de época, pelo que já li dessas irmãs, elas são um grande exemplo de ir atrás do que se quer e expor o que se pensa sem medo.
    E-mail: Leticiaausten@gmail.com

  • Jessica Mayara

    Hi, ladies.
    O primeiro contato que tive com as irmãs Brontë foi a partir do livro O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Brontë, eu fiquei fascinada pela linguagem e pela escrita dela, bem como pelo romance em si, devido a sua originalidade inquestionável, com personagens incomparáveis com outros já existentes. Depois eu li Jane Eyre, de Charlote Brontë, e fiquei surpresa com a peculiaridade de sua escrita, um romance completamento distinto do qual encontramos em O Morro dos Ventos Uivantes, mas nem por isso menos prestigioso e profundo, ao contrário disso, Jane Eyre é sem dúvida um dos livros mais belos e inspiradores que eu já em toda minha vida. Ao experimentar a grandeza e delicadeza das duas irmãs, Emily e Chartole, senti o desejo de conhecer as particularidades da terceira, Anne Brontë, através deste seu livro Agnes Grey, segundo às críticas, sensivelmente escrito.
    #irmasBronte#romance#literaturainglesa#mulheressensiveis

    Jéssica Mayara da Silva
    Meu e-mail: jessicamayara@live.com

  • Claudia Virgilio

    Olá!! Sou fã das irmãs Bronte há muitos anos. Adoro O morro dos ventos uivantes e sou apaixonada por Jane Eyre. Recentemente li Os diários secretos de Charlotte Bronte, que conta, de um modo encantador, toda a história de vida da família, incluindo o irmão, que TB escrevia. Uma leitura deliciosa. Quero muito ler Agnes Grey, que ainda.não conheço. Um abraço!
    Meu e- mail: virgilios@uol.com.br
    Claudia Virgilio

  • Leticia Batista

    Meu primeiro contato com as irmãs Brönte foi aos 14 anos. Na época eu tinha acabado de conhecer Jane Austen. Uma autora leva a outra… enfim rs Primeiro eu li Jane Eyre, depois O Morro dos ventos uivantes e depois desse Agnes Grey (não seguido assim mas…). 3 leituras de Jane Eyre e mais uma de O morro depois eu finalmente, depois de anos de busca eu encontrei uma versão em pdf de A inquilina de Wildfell Hall em português. E… não tem como dizer isso, eu A-DO-RE-I! Helen é minha favorita depois de Jane.Curioso que elas é que são os “machos” de cada relação rsrsrsrsrs Cathy igual! Ano passado com os lançamentos de Shirley e Villete pela PedraAzul a page da editora no face lançou uns textos sobre as vidas de Charlotte e Anne, sinceramente me comovi com a história de vida delas, guerreiras igual aos seus personagens. Também li um texto sobre as condições que uma preceptora passa, e realmente elas comem o pão que o diabo e as pestes amassam kkkkkkkkkkk Por isso fiquei com vontade de ler Agnes Grey de novo, agora com mais informação posso desfazer a primeira impressão ruim rs
    Além disso estou participando de um clube do livro com Agnes atualmente 😉

    Nome: Leticia Costa Batista
    E-mail: lele55_batista44@hotmail.com

  • Lucas Gomes

    Amo as irmãs Brönte! Meu livro favorito é O Morro dos Ventos Uivantes! Ainda não li nada de Anne, mas sei que as três são maravilhosas e com muito empoderamento feminino!

  • Única irmã Brontë que ainda não conheço, tenho muita curiosidade, embora acredite que Emily será sempre minha favorita <3

    Nome: Letícia Paulo Fonseca Santos
    E-mail: leticiafonsecas@gmail.com

  • Sheyla Cristina Furtado

    Infelizmente não tive a oportunidade de ler nenhuma obra das irmãs Brontë, mas quem sabe agora finalmente eu consiga através da leitura de Agnes Grey? Porém, assisti as diversas versões cinematográficas de Jane Eyre e O Morro dos Ventos Uivantes, Não canso de assisti-las e continuarei assistindo as próximas que virão.
    Nome: Sheyla Cristina P Furtado
    e-mail: dasheylaf@gmail.com

  • Maria Sônia Oliveira

    Resultado do sorteio de Agnes Grey:
    4 – Andressa Euzires
    Parabéns Andressa!
    No mês de maio sortearemos Margareth Hale. Participem!