A história “Gatinha de Botas”, de Beatrix Potter, é descoberta após 100 anos

 

Uma nova história escrita há mais de 100 anos por Beatrix Potter, com Petter Rabbit, está para ser publicada pela primeira vez.

Ilustração de Beatrix Potter (veja o vídeo http://www.bbc.com/news/entertainment-arts-35407846

Ilustração de Beatrix Potter

Assista o vídeo aqui.

O conto Gata de Botas foi redescoberto pela editora Jo Hanks após ter encontrado uma referência a ele em uma biografia esgotada de Potter.

Quentin Blake, mais conhecido por seu trabalho com Roald Dahl, ilustrou a história que será publicada em setembro.

Potter só havia feito uma única ilustração junto com o manuscrito.

Quentin Blake

Ilustração de Quentin Blake

Ela enviou a história para sua editora em 1914, dizendo que era sobre “uma gatinha preta bem-comportada que leva uma vida dupla”.

Srta. Hanks, a editora na Penguin Random House Children’s, encontrou uma referência a uma carta de Potter para a sua editora com um manuscrito não editado na história literária sobre a autora na década de 1970.

Três manuscritos foram encontrados nos arquivos do Victoria and Albert Museum, escritos à mão em cadernos escolares – um rascunho grosseiro e colorido da Gatinha de Botas, um esboço à lápis do vilão, sr. Tod, e um livro modelo com parte do manuscrito.

Beatrix Potter

Beatrix Potter

Potter disse, em cartas também mantidas no arquivo, que ela queria terminar a história, mas “interrupções começaram”, incluindo a Primeira Guerra Mundial, seu casamento e doenças.

A srta. Hanks disse:

“O conto é dos melhores de Beatrix Potter. Há identidade dupla, vilões coloridos e uma série de personagens de outros contos (incluindo o sr. Tod, sra. Tiggy-Winkle, Ribby e Tabitha Twitchit).

E, o melhor de tudo, nosso estimado e travesso Petter Rabbit faz uma aparição – embora mais velho, mais lento e mais gordinho!”

Um pedacinho do Conto da Gatinha de Botas de Beatrix Potter, publicado por Frederick Warne & Co na Penguin Random House Children’s.

A ilustração de Beatrix Potter

A ilustração de Beatrix Potter

Era uma vez uma séria e bem-comportada gatinha preta. Ela pertencia à uma gentil senhora que me assegurou que nenhum outro gato poderia se comparar à Gatinha. Ela vivia em um temor constante de que a Gatinha pudesse ser roubada.

– Ouvi dizer que está na moda fazer roupas de pele de gato preto. Para onde a Gatinha foi? Gatinha! Gatinha!

Ela a chamava de “Gatinha”, mas Gatinha se chamava de “Srta. Catherine St. Quintin”. Cheesebox a chamava de “Q.” e Winkiepeeps a chamava de “Squintums”. Eram gatos comuns. A velha senhora ficaria chocada se tomasse conhecimento disso. E, provavelmente, ficaria dolorosamente surpresa se visse srta. Gatinha em uma jaqueta Norfolk de algum cavalheiro ou em botas peludinhas.

Agora, a maioria dos gatos ama o luar e sair à noite; era curioso como a srta. Gatinha tinha ido para cama tão prontamente. E, apesar da lavanderia onde ela dormia – trancada – estivesse sempre muito limpa, em algumas manhãs a Gatinha aparecia com a mandíbula mais larga. Em outras manhãs, sua cauda parecia mais grossa e ela se esticava.

Isso me intrigava. Só depois de um bom tempo que descobri que, na verdade, existiam dois gatos!

***

A srta. Hanks disse que Blake “tinha que ser” o ilustrador da história mais recentemente descoberta. “É desafiador ilustrar um manuscrito escrito há mais de 100 anos por uma das autoras mais amadas do mundo, mas nós sabíamos que a energia, a rebeldia e o humor de Quentin estavam de acordo com as próprias sensibilidades artísticas de Beatrix e, portanto, exatamente o que esse livro fantástico pedia”, acrescentou.

_87927171_87927170

Blake

Blake disse:

“Pareceu quase inacreditável quando, no começo de 2015, me enviaram um manuscrito de uma história de Beatrix Potter; uma que permanecera sem ser publicada por quase 100 anos e que, com a exceção de uma única ilustração, ela nunca havia ilustrado. Gostei imediatamente da história – é cheia de incidentes e travessuras e personagens… e eu fiquei fascinado ao pensar que estavam me pedindo para ilustrá-lo. Tive uma estranha sensação de que ele estava me aguardando”.

Esse ano marca o aniversário de 150 anos do nascimento de Potter. O conto da Gatinha de Botas está sendo publicado pela Frederick Warne & Co, a editora original de Potter.

divider79

Fonte BBC

 

 

 

Enza G. Said

Capixaba, acadêmica de Direito, amo a cultura inglesa, mas sonho em morar no sul da França. Sou apaixonada por música clássica, chá, cheiro de chuva e filmes antigos; passo horas relendo trechos dos meus livros favoritos e toco piano nas horas vagas. Contato: enzasaid@gmail.com

  • Raquel

    Como não amar a linda da Beatrix Potter e os seus lindos livros^^